quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Dilma nega ter dito que nem Jesus a derrotaria

ONDE FUMAÇA...

FOGO!


NA POLÍTICA, QUANDO SE DESMENTE UMA COISA,
É PORQUE ELA TEM UM FUNDO
DE VERDADE!
João Cruzué

Quer ver uma coisa? analise as palavras da candidata sobre aborto nos vídeos do YouTube. E agora, de repente, ela muda completamente de opinião. Quando o segundo turno, com uma nuvem negra, começou a tomar força no horizonte, o salto alto caiu. E aonde foram buscar o socorro para livrar a cara da candidata?

Lula convocou um conciliábulo de pastores e políticos evangélicos.

Da mesma forma que Dilma mudou de opinião sobre o aborto, agora vem desmentindo sobre a frase envolvendo o nome de Cristo. O presidente aconselhou que para desfazer a besteira que fez, Dilma precisa de aparecer rodeada de líderes evangélicos.

Para que? Para enganar os cristãos e principalmente os crentes. Eu já escrevi algumas vezes sobre este assunto: Hoje, nenhum presidente se elege sem o voto dos evangélicos. Nosso voto decide eleições. Se não fosse assim, o Presidente Lula teria chamado outros "bombeiros" para apagar este incéndio. Viu?



Veja abaixo o contexto da frase:

"Após a inauguração de um comité em Minas, Dilma é entrevistada por um jornalista local.

Como a senhora vê o crescimento da sua candidatura nas pesquisas?

O povo brasileiro sabe escolher, é a continuidade do governo Lula, e após as eleições nós vamos desarmar o palanque e estender os braços aos nossos adversários, o candidato Serra está convidado a participar do meu governo, porque nesta eleição nem mesmo Cristo querendo, me tira essa vitória,as pesquisas comprovam o que eu estou dizendo, vou ganhar no primeiro turno."

-----------


Tire agora suas próprias conclusões e se alguém souber do nome de todos aqueles "pastores"

que foram dar sustentação ao desmentido do aborto e da frase, que nos comuniquem.


Nenhum comentário: