terça-feira, 18 de maio de 2010

A decisão do Pastor Silas Malafaia de sair da CGADB

João Cruzué

O Pastor Silas surpreendeu as lideranças evangélicas da Igreja Assembleia de Deus, anunciando [1] hoje em seu programa matutino de sábado na RedeTV! que renunciou ao cargo de 1º Vice-presidente e solicitou sua desfiliação da CGADB - Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil. Entre outras considerações.

Escrevo este texto em respeito aos leitores fiéis do Blog Olhar Cristão, que o utilizam como fonte de informação. Na verdade, a decisão do Pastor é apoiada por muitos assembleanos (como eu) e certamente ele deve ter orado e se aconselhado bastante para tomar esta decisão.

Pastor Silas cansou-se de presenciar o comportamento hipócrita de muitos "pastores" que revelam seus verdadeiros caráteres nas eleições da Convenção. É muita política eclesiástica e pouca manifestação de compromisso com Deus. Com o devido respeito às exceções, os grandes ministros que ali vão - e se decepcionam.

Uma sucessão de eventos levou o Pastor a considerar a possibilidade de sair para continuar com seus projetos de evangelização. Enquanto as grandes lideranças assembleanas estão quietas, o Pr. Silas continua investindo em Cruzadas Evangelísticas. A última em Palma, capital de Tocantins. Sou compelido a dizer, que admiro os ministros que investem em projetos de evangelização continuados, como tem feito o Pastor. Ele tem muitos defeitos, mas não tem ficado de braços cruzados.

Fico escandalizado com a omissão de "minha" Igreja diante dos assuntos atuais que dizem respeito à família brasileira. Uma série de projetos de desconstrução da família ronda as pautas da Comissões de Constituição e Justiça da Câmara e Senado Federal. Escandalizo-me, porque percebo que a maioria de seus grandes líderes estão pouco se "lixando" para a minha ou a sua família. Nisso o Pastor Silas há muitos anos tem dado a "cara" para bater.Tem estado presente em todos as oportunidades, incluindo a Manifestação Evangélica em Brasília de junho de 2008.

Sei que ele vai aproveitar o momento para se concentrar em seus projetos - bem longe da Convenção. Ele deve ter se cansado do grande "princípio" norteador da Igreja em sua ação "disciplinadora" para com os novos ministérios pessoais. O princípio do "Não Pode". Não pode ter aparelhos de rádio em casa. Não pode ter televisão em casa. Não pode andar com o cabelo solto da Igreja. Não pode usar paletó rachado. Não pode usar internet, pois só tem pornografia. Uma atitude de cabrestear, de castrar novos talentos que ainda não têm a força necessária para sobreviver ao calor dos "não podes". O Pastor Oswald Smith, o grande missionário autor do Livro "O Clamor do Mundo" escreveu em um de seus livros que era mais fácil combater o diabo do que a má vontade dos Pastores diante de um novo projeto de missões.

Deus deu um grande oportunidade ministerial ao Pr. Malafaia. Há muitos anos ele vem insistindo em suas pregações na Televisão. Tenho assistido suas pregações desde meados dos anos 90. Deus deve ter visto seu longo esforço e se agradou dos planos que o Pr. tem em seu coração. Por ter insistido, agora o Senhor lhe deu uma Igreja real para cuidar e ser cuidado, enquanto abriu os bolsos de muitos crentes para financiar os projetos.

Abrindo um parêntesis, creio que muitos outros "silas" podem também ser abençoados, se continuarem firmes incansáveis em seus planos. Deus ama os trabalham, os que insistem, com um coração sincero. Uma condição porém é decisiva para receber os recursos para a concretização dos grandes projetos: não utilizar o tempo para ficar murmurando dos outros. E nisso muitos fracassam, pois apenas veem o mal no caráter e trabalho alheio, e se esquecem que nossa justiça não passa de trapos de imundícia diante de Deus. A língua pode enterrar ministérios pessoais promissores.

O efeito Silas Malafaia tem sido benéfico para as Igrejas Assembleias de Deus. Dos anos 70 para cá ela foi ofuscada pela popularidade do Pr. David Miranda, da Igreja Pentecostal Deus é Amor, e depois pela atuação surpreendente do Bispo Macedo e da Igreja Universal do Reino de Deus que passou a investir também em programas de Televisão. Da mesma origem surgiu o ministério do Pr. R.R. Soares e recentemente o destaque da Igreja Mundial do Poder de Deus, do Bispo Valdemiro Santiago. O Pr. Silas trouxe a Igreja Assembleia de Deus de volta ao noticiário e as nossas casas.

Ele também trouxe maior competição na área de ensino dominical. A Editora Central Gospel deve ser uma das casas que mais vende livros religiosos neste país. Na área musical temos visto bons cantores. Suas pregações e DVDs são motivo de curiosidade de fiéis de outras religiões.

Fez "besteira" ultimamente quando trouxe e aceitou conselhos de dois pastores americanos que vieram com a história da sementes e da oferta de R$900,00 reais. O Pr. Silas não precisa desses "profetas" para conseguir recursos financeiros para seus projetos. Tem credibilidade para pedir sem recorrer à ajuda de americanos avarentos, verdadeiros atores diante de uma câmera para atingir o bolso alheio. Pessoas não crentes que simpatizavam pela atuação do pastor ficaram escandalizadas.

Na minha opinião, o Pr. Silas não quis esperar o vexame do centenário para pedir o "boné" e decidiu chutar o "balde" agora. Se vigiar e não deixar que a presunção domine seu coração, assim que registrar a Convenção do seu novo ministério, vai ser uma enxurrada de adesões. Tenho certeza de que milhares de crentes assembleanos e não assembleanos vao congregar em sua Igreja- pois esse povo está cheio do marasmo, da pequenez dos projetos e das porfias carnais das Convenções em dias de eleições (para não falar em corrupção na política).

Que a boa mão do Senhor continue prosperando o Ministério do Pastor Silas Malafaia. É isso o que penso analisando o conjunto da sua obra cujo balanço de resultados é positivo.

Nenhum comentário: