terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Asteroide ameaça a terra

2036

Um asteróide pode cruzar a órbita da Terra de maneira perigosa da Terra em 2036, disse neste sábado o ex-astronauta Rusty Schweickart, falando a cientistas, astronautas e engenheiros reunidos na conferência anual da Associação Americana para a Promoção da Ciência (AAAS) em San Francisco - USA . De acordo com o grupo, a ONU, Organização das Nações Unidas, deve assumir a responsabilidade por uma missão especial para desviá-lo.


Um dos conferencistas do evento, da Associação Americana de Avanço da Ciência, disse que astrônomos estão monitorando um asteróide chamado Apophis, que tem uma chance em 45 mil de atingir a Terra no dia 13 de abril de 2036.


"Apesar da chance do impacto ser pequena, o Congresso Americano mandou recentemente que a Nasa aumente suas atividades de monitoração de asteróides ao redor da Terra. Isso deve revelar centenas, ou até milhares, de objetos espaciais que ameaçam o espaço no futuro próximo", disse Schweickart.


Schweickart, um dos tripulantes da Apolo 9, que orbitou a Terra em março de 1969, informou ainda que vai apresentar, já na próxima semana,ao Comitê da ONU de Uso Pacífico do Espaço, um documento com planos para criar regras para uma possível resposta à ameaça de um asteróide.

Ele explicou que Associação de Exploradores Espaciais, grupo formado por ex-astronautas e ex-cosmonautas, pretende organizar seminários neste ano para elaborar o plano e fará uma proposta formal à ONU em 2009.

O astronauta americano Ed Lu, veterano da Estação Espacial Internacional, disse que a maneira mais comum para lidar com um asteróide perigoso é enviar uma nave (propulsor de gravidade) que usaria a gravidade para alterar a rota do objeto.

O equipamento, ao permanecer perto de um asteróide, exerce uma força que o faz desviar sua rota. Segundo Lu, com um asteróide como o Apophis, que tem 140 metros de comprimento, um propulsor mudaria seu curso em cerca de 12 dias. O custo de uma missão como esta, ainda de acordo com o astronauta, seria de US$ 300 milhões.

Fonte: Folha de São Paulo & Terra notícias

* Comentarios*

Dois filmes de grande sucesso abordaram esse tema recentemente. Um deles, foi Armagedom com Bruce Willis. O sucesso desse tipo de filme tem relação com o conhecimento do assunto que está registrado no livro do Apocalipse.

Um simples retrato da superfície da lua, por si só, já nos diz o que vai acontecer com a Terra no futuro e o cumprimento das profecias bíblicas são irreversíveis.

Se um asteróide que 500m de diâmetro cair no mar a uma velocidade de 40.000 k/h, pode produzir um tsunami de 1km de altura, e "Homens desmaiariam de terror ao ver o bramido do mar"

Nenhum comentário: