sábado, 26 de dezembro de 2009

Arqueólogo afirma ter encontrado casa em Nazaré do tempo em que Jesus foi criança

Postal de Nazaré - Israel
Quase na véspera do Natal, segunda-feira, dia 21, arqueólogos revelaram uma descoberta, que afirmaram ser os restos de uma primeira habitação, datada da época de Jesus Cristo. Ainda não se sabe com certeza o tamanho da construção. Foram desenterrados 900 metros quadrados da casa, mas julga-se ter sido ocupada por uma família grande. O importante achado ocorreu quando construtores escavaram um antigo convento para dar lugar a um novo centro cristão.
.
A casa sugere que o vilarejo era uma espécie de subúrbio, com 50 residencias em uma área de quatro hectares. "É evidente que foi moradia de judeus de parcos recursos, gentes que mantiveram grutas camufladas para se esconderem dos invasores romanos", afirmou o arqueólogo Yardena Alexandre, diretor de escavações da Autoridade de Antiguidades de Israel. Tal conclusão foi feita devido a ausência de restos de vasos de vidro ou de produtos importados, a falta desses utensílios, segundo o arqueólogo, sugerem que a família não era abastada.
.
Acredita-se que a descoberta da construção seja a antiga aldeia de Nazaré, e que esta descoberta lançará nova luz sobre o período da primeira era cristã, pois revela a provável localidade que era o lugar onde o Novo Testamento informa ter ocorrido o anuncio do anjo a Maria, informando a ela que conceberia o Filho de Deus. Acredita-se que este achado arqueológico dará noções de como era o local onde o menino Jesus viveu. "Cristo poderia ter conhecido a casa", diz um dos funcionários da equipe de escavadores.
.
A equipe de Alexandre também descobriu um esconderijo, uma forma camuflada de entrada de uma gruta com espaço para seis pessoas, pensa-se ter sido usada para que os judeus pudessem se esconder de soldados romanos que lutavam para manter o controle da área. No entanto, não é esquecido que Nazaré não era considerada ponto estratégico para Roma, pois não situava numa colina.
.
Grutas-esconderijos, semelhantes, também foram encontradas na parte mais baixa da Galiléia, bem próxima de outra aldeia que consta nas páginas da Bíblia, a vizinha aldeia Caná, onde existe registro de lutas entre os judeus e soldados romanos.
.
Também foram encontrados um pátio e um sistema de aproveitamento das águas da chuva, que escorria pelo telhado, para o abastecimento da casa. Além disso, do lado de fora de Nazaré, foi descoberto um cemitério, que agora proporciona uma idéia aproximada da população da aldeia.
.
"Isso pode muito bem ter sido um lugar que Jesus e seus contemporâneos estavam familiarizados. Um jovem Jesus pode ter brincado nas dependências e arredores dessa casa com seus primos e amigos. É uma sugestão lógica", disse Alexandre.
.
Atualmente, o trabalho dos cientistas é de limpeza das ruínas acima das escavações, para preservar o lugar. A habitação será integrada a um Centro Internacional Cristão, que é construído próxima da descoberta arqueológica, financiada por um grupo de franceses católicos, informou Marc Hodara, da Chemin Neuf, que supervisiona a obra.
.
Alexandre afirma que o espaço de escavações será limitado devido a atual densidade populacional de Nazaré, o que torna improvável que os arqueólogos tenham autorização para realizar quaisquer novas escavações na área. Isto significa que a descoberta da habitação será a única representação que ficará para contar a história de como era uma casa durante a infância de Jesus.
.
Tão perto do Natal, esta notícia tem agradado os cristãos locais e de todo o mundo e poderá vir a ser um dos mais visitados pontos turísticos da Terra Santa.
.
Fonte: Associated Press via AOL

Nenhum comentário: