segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pilotos de avião que passou de destino usavam laptop, diz órgão do governo

WASHINGTON (Reuters) - Os pilotos do avião da Northwest Airlines que ultrapassou o seu destino em 241 quilômetros na semana passada afirmaram a investigadores norte-americanos que se distraíram durante uma discussão sobre o horário da tripulação que incluía o uso de computadores pessoais, disseram autoridades nesta segunda-feira.

"Os pilotos disseram que houve um período concentrado de discussão no qual não monitoraram o avião ou chamados (de controladores aéreos), embora tenham afirmado que ouviram a conversa no rádio", informou o Conselho Nacional de Segurança no Transporte (NTSB, na sigla em inglês) dos Estados Unidos após entrevistar os pilotos.

"Ambos disseram ter perdido a noção do tempo", disse o conselho de segurança em relatório sobre a investigação, que incluiu revelações sobre o teor da conversa e o uso de computadores pessoais.

Os dois veteranos pilotos comerciais disseram não ter se cansado durante o voo noturno em 21 de outubro, de San Diego a Minneapolis, rebatendo acusações de que teriam dormido.

Controladores aéreos tentaram realizar contato com o voo 188, um Airbus A320 com 144 passageiros, por mais de uma hora, com a aeronave a 37.000 pés de altura.

Nenhum dos pilotos tinha conhecimento da localização do avião até que uma comissária de bordo os perguntou sobre a hora de chegada prevista, informou o NTSB.

O capitão observou seus dados de voo, percebeu o erro e então contatou controladores para uma permissão de retorno. O avião pousou sem incidentes em Minneapolis.

(Reportagem de John Crawley)

Nenhum comentário: