terça-feira, 28 de abril de 2009

Três passam mal ao desembarcar no Rio e são levados a hospital

no Rio

Três pessoas da mesma família foram encaminhadas nesta terça-feira a um hospital no Rio após desembarcarem no aeroporto Tom Jobim com sintomas como vômito e diarreia. Devido ao temor de um avanço da gripe suína, os três foram encaminhados ao hospital Evandro Chagas, da Fiocruz.

Saiba quais hospitais procurar no Brasil
Saiba mais sobre a gripe suína
Saiba o que o mundo faz para se prevenir
Vai viajar? Conheça as recomendações

A família esteve em Orlando (EUA) e, para chegar ao Brasil, fez escalas no México e no Panamá. Outras três pessoas que passaram mal ao desembarcar hoje no Tom Jobim foram avaliadas e liberadas em seguida --elas teriam apresentado falta de ar e enjoo.

O subsecretário municipal de Vigilância e Saúde, Daniel Soranz, informou que foi praticamente descartada a hipótese de gripe suína em uma mulher internada em Volta Redonda. Segundo ele, uma mulher internada desde domingo no hospital Copa D'Or, após desembarcar de Nova York (EUA), ainda passa por exames.

Os sintomas da gripe suína em humanos são parecidos com os da gripe comum e incluem febre acima de 39°C, falta de apetite e tosse. Algumas pessoas com a gripe suína também relataram ter apresentado catarro, dor de garganta, náusea, vômito e diarreia forte.

Doença

Há 22 mortes confirmadas no México devido à gripe suína. Há casos confirmados em Israel, Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá e Espanha.

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), foram enviados 20 mil folhetos educativos sobre a doença para o aeroporto de Guarulhos (SP), 20 mil para o Galeão (RJ), outros 20 mil para Confins (MG) e 20 mil para Salvador.

Os folhetos, em português, espanhol e inglês, listam os sintomas da doença e orientam as pessoas que chegaram do México, Estados Unidos ou Canadá a procurarem o hospital. Ao todo, serão feitos 1 milhão de panfletos.

Além disso, estão sendo veiculados avisos sonoros nos três aeroportos e em Salvador, Fortaleza e Recife alertando sobre a doença e os aviões que partem do México, Estados Unidos e Canadá com destino ao Brasil receberam a determinação de orientar os passageiros.

O Ministério da Saúde informou ainda que, nesta segunda-feira, atendentes do Disque Saúde --que funciona no número 0800-61-1997-- foram treinados para tirar dúvidas da população sobre a doença.

Sintomas

gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório. Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).

Nenhum comentário: