segunda-feira, 27 de abril de 2009

OMS faz reunião sobre gripe suína

A Organização Mundial de Sáude fez soar o alarme. De acordo com a OMS, o vírus que já matou duas dezenas de pessoas no México teve origem na estirpe animal do vírus H1N1 e tem um potencial pandémico.

Neste país da América central, a organização registou até 23 de Abril 850 casos de pneumonia, dos quais 59 resultaram em morte. Um total de 18 casos foi confirmado em laboratório como sendo o resultado da gripe suína.

As autoridades mexicanas já deram a conhecer o medicamento que está a ser utilizado para vacinar as pessoas infectadas que se encontram nos hospitais e admitem que há mais mortes que estão a ser investigadas.

Ainda de acordo com a OMS, a situação está a evoluir muito rapidamente, razão pela qual a directora da organização apela para que todos os países trabalhem em estreita colaboração com a OMS para saber exactamente "onde é que a doença está a infectar pessoas fora dos Estados Unidos e do México."

A maioria dos países do continente americano, entre os quais o Brasil, já estão em alerta e adoptaram medidas de prevenção contra a gripe suína.

E por falar de medidas de prevenção, no Japão, as autoridades sanitárias começaram a controlar os passageiros que chegam ao aeroporto de Tóquio provenientes do México.

Nenhum comentário: