quinta-feira, 5 de março de 2009

Vítima de abusos sexuais vai processar o Vaticano

Postada em: quinta-feira, 5 de março de 2009 11:43h  |  Destaque, Internacional  |  Sem comentários  |  A A A

Um tribunal de recurso nos EUA permitiu que um homem, alegadamente abusado por um padre há mais de 40 anos, processe o Vaticano.

A decisão do tribunal americano promete fazer correr muita tinta, e abre um precedente importante, ao permitir que um cidadão abra um processo contra um Estado soberano.

Em causa está o alegado encobrimento por parte do Vaticano de casos de pedofilia e abusos sexuais praticados por padres.

O cidadão em causa, cujo nome não foi revelado, afirma que foi abusado em diversas ocasiões por um sacerdote, quando tinha entre 15 e 16 anos. Mais tarde veio-se a saber que o padre em questão tinha sido transferido duas vezes de paróquia, depois de ter admitido abusar de jovens rapazes.

Quando o caso chegou a tribunal o ano passado o Vaticano invocou uma lei americana que garante imunidade a estados soberanos estrangeiros nos tribunais do país. Contudo, o tribunal de recursos disse agora que casos de abuso poderão ser uma excepção, e sustentou que o Vaticano tinha poder suficiente sobre o abusador, no que diz respeito às suas transferências, para ser responsabilizado legalmente pelas suas acções.

A crise dos abusos sexuais abalou fortemente a Igreja americana. Algumas dioceses tiveram que declarar falência por causa das indemnizações que foram obrigadas a pagar, e na sua visita ao país o ano passado, Bento XVI fez um pedido público de desculpas pelo sofrimento causado.

Esta decisão poderá agora abrir as portas a uma sucessão de processos contra o Vaticano.

Fonte: Renascença

Nenhum comentário: