segunda-feira, 9 de março de 2009

Obama pode suspender veto ao financiamento público de pesquisas com células-tronco

em 09/03/2009 07:29:53 (18 leituras)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deve suspender as restrições do governo americano ao financiamento de pesquisas com células-tronco embrionárias, afirmaram fontes próximas à Casa Branca. Grupos cristãos são contra estas pesquisas.

Segundo funcionários do governo citados pelo jornal Washington Post, Obama deve anunciar a medida em uma cerimônia marcada para esta segunda-feira.

De acordo com a publicação, um e-mail que circulou na sexta-feira da semana passada em Washington afirma que a Casa Branca está planejando uma cerimônia "sobre células-tronco e a restauração da integridade científica".

O e-mail ainda afirmaria que "no evento, o presidente vai assinar uma ordem executiva sobre células-tronco".

O uso de dinheiro do governo para este tipo de pesquisa foi proibido pelo ex-presidente George W. Bush.

A medida de Bush proibiu a utilização de qualquer dinheiro federal para o financiamento pesquisas sobre linhagens de células-tronco embrionárias humanas criadas depois de 9 de agosto de 2001.

Bush ainda vetou por duas vezes tentativas do Congresso para suspender a medida.

Promessa de campanha

Durante sua campanha à Presidência, Obama já havia deixado claro que pretendia reverter a medida de Bush caso fosse eleito.

"Eu apoio firmemente a expansão das pesquisas sobre células-tronco", disse Obama durante a campanha.

"Acredito que as restrições do presidente Bush ao financiamento de pesquisas com células-tronco embrionárias algemaram nossos cientistas e atrapalharam nossa habilidade de competir com outros países", disse Obama em agosto do ano passado, em resposta ao questionamento de um grupo de cientistas.

Segundo o correspondente da BBC em Washington, Kevin Connolly, Obama, assim como Bush, tem profundas crenças cristãs, mas definiu sua posição sobre o assunto como a de restaurar a integridade dos cientistas em relação ao governo.

Connolly ainda afirma que a suspensão à medida de Bush seria o cumprimento de uma promessa de campanha.

Direito à vida

Segundo cientistas, a pesquisa com células-tronco embrionárias pode trazer grandes avanços para a medicina. Grupos religiosos, no entanto, se opõem a este tipo de pesquisa.

As células-tronco embrionárias utilizadas nestes estudos normalmente são coletadas de embriões não utilizados produzidos durante tratamentos de fertilização in vitro.

Estas células estão sendo pesquisadas pelos cientistas por causa de sua capacidade de se transformarem em qualquer outro tipo de células humanas, como musculares, ósseas ou nervosas.

Isto possibilitaria a criação de tecidos de reposição que poderiam ser usados no tratamento de diversas doenças, como o Mal de Alzheimer e o Mal de Parkinson.

Mas o uso de células-embrionárias em pesquisas é muito controverso, e alguns grupos o classificam como antiético.

Alguns grupos cristãos argumentam que este tipo de pesquisa compromete o direito à vida dos embriões.

Fonte: BBC Brasil

Nenhum comentário: