sexta-feira, 27 de março de 2009

Esporte: Kaká não viaja e desfalca Seleção contra o Equador


Renato Pazikas
Direto de Teresópolis


O médico José Luiz Runco declarou após o treino da manhã desta sexta-feira que o meia Kaká não irá viajar para o Equador e ficará de fora do duelo contra a seleção local, no próximo domingo.

» Veja fotos de Kaká
» Sem Kaká, Dunga dá "liberdade
total" a Ronaldinho
» Brasileiros respondem à
provocação de técnico do Equador
» Vaga na Seleção é um prêmio
e custa caro, diz Daniel Alves

Fora da partida em Quito, o jogador do Milan seguirá para Porto Alegre e fará um trabalho com dois profissionais da equipe médica da Seleção Brasileira.

"Para que ele tenha um condicionamento melhor e esteja bem, a gente resolveu deixá-lo de fora da viagem e ele viajará para Porto Alegre para continuar o trabalho de fisioterapia e recondicionamento físico", afirmou Runco.

Kaká chegou a treinar com bola pela primeira vez na manhã de hoje e participou do início do treino tático promovido pelo técnico Dunga. Porém, o meia saiu no meio da movimentação para fazer exercícios físicos com o preparador Paulo Paixão.

O meia do Milan sofre com uma lesão no pé esquerdo e ainda não tem volta confirmada para o jogo contra o Peru, na próxima quarta-feira.

"Vocês têm que entender que ele é um jogador emprestado e temos que preservar o atleta. Não posso colocá-lo em uma situação comprometedora, não posso liberá-lo por problemas físicos, e isso tem de ser respeitado".

Após o anúncio de que Kaká estará de fora do duelo contra o Equador, o técnico Dunga lamentou, mas preferiu minimizar a situação.

"Cada jogador tem sua característica. Não é a primeira vez que ficamos sem ele. Temos que basear o trabalho no coletivo. Quanto mais atletas de alto nível, melhor. Mas isso acontence e temos que estar preparados".

Sem a presença de Kaká, o meio-campo titular da Seleção Brasileira que deve jogar contra o Equador deverá ser formado por Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Ronaldinho.

Redação Terra

Nenhum comentário: