quinta-feira, 13 de novembro de 2008

"Não havendo visão, o povo perece"


"Não havendo visão, o povo perece"

Provérbios 29:18a
Sun

João Cruzué

A companhia americana Xerox poderia ter dominado o mercado mundial de micro-computadores. Todavia, décadas atrás, vendeu suas patentes porque seu presidente acreditava que NÃO haveria demanda popular o bastante para o futuro do negócio. Assim, a Xerox permaneceu apenas no ramo da fotocópia.

A era digital trouxe nesta década uma mudança tão abrupta nas comunicações interpessoais, que as formas usuais de comunicação do Evangelho pela Igreja ficaram obsoletas. A primeira geração de crentes comunicava o Evangelho de uma forma que o pecador entendia e sentia o peso dos pecados, chegando à convicção de que precisava - mesmo - de um Salvador. Depois, com o neopentecostalismo veio outra forma de mensagem que enfatizava os benefícios do Evangelho: "Crê no Senhor Jesus e prosperará tú e a tua casa." E agora, no final da primeira décado do IIIº Miliênio, o que fazer diante de uma nova realidade onde as pessoas estão estudando, comunicando-se, negociando e falando e vendo-se através de um computador?

Como vamos usar as ferramentas digitais disponíveis para que o Evangelho seja comunicado de forma virtual e ao mesmo tempo produza regenerações reais? É importante analisar bem o futuro, para decidir corretamente agora, pois não há como voltar ao passado para corrigir erros de falta de visão. Para tudo há o seu tempo próprio de decisão.

cruzue@gmail.com

.

Nenhum comentário: