segunda-feira, 16 de junho de 2008

Discovery volta à Terra após viagem produtiva


O ônibus espacial Discovery voltou neste sábado para a Terra, depois de uma missão de duas semanas na Estação Internacional. Pouco antes do retorno, os astronautas passaram por momentos de tensão.

A tranqüilidade do pouso da Discovery no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, encerrou 14 dias de uma viagem produtiva.

A tripulação de sete astronautas, seis homens e uma mulher, passou duas semanas em órbita, fazendo instalações e reparos na Estação Internacional. Eles fizeram três caminhadas espaciais para a instalação de câmeras. A ampliação e sofisticação do laboratório japonês Kibo custou US$ 1 bilhão.

Os astronautas também levaram uma nova válvula de descarga do banheiro da estação, que apresentava problemas há alguns dias. Para quem estava em órbita há mais tempo, essa foi a parte mais útil da missão.

Entre a tripulação que retornou à Terra, estava o americano Garrett Reisman, que ficou 95 dias no espaço. A volta teve um momento de tensão: na sexta-feira, um objeto metálico foi visto flutuando no espaço, ao lado da asa direita.

Os engenheiros da Nasa concluíram ser uma das três peças de metal usadas no isolamento térmico da Discovery, que se descolou. O incidente não chegou a afetar o desempenho da nave.

As atuais ônibus espaciais devem ser aposentadas em 2010. Até lá acontecem dez novas missões, a próxima está marcada para outubro. A Nasa trabalha na construção de um novo modelo de nave que fará viagens à Lua e também à Estação Espacial.



Versão para impressão

Enviar para amigo

Compartilhar

Nenhum comentário: