segunda-feira, 7 de abril de 2008

Yahoo! rejeita ultimato da Microsoft para fusão

da France Presse, em Washington

O Yahoo! rejeitou nesta segunda-feira (7) o ultimato de três semanas dado pela gigante do software Microsoft para aceitar sua oferta de compra.

"Seguimos acreditando que a proposta não está no melhor interesse do Yahoo! nem no de seus acionistas", afirmam Roy Bostock, presidente do Conselho de Administração.

O anúncio da empresa de internet acontece após a Microsoft alertar, no sábado (5), que mudará sua estratégia caso as empresas não cheguem a um acordo até o dia 26 de abril. A Microsoft ameaça tentar o apoio dos investidores para adquirir o Yahoo!.

No dia 11 de fevereiro, o Yahoo! já havia recusado oficialmente a oferta de compra feita pela Microsoft, no valor de US$ 31 por ação. Originalmente, a proposta valia US$ 44,6 bilhões, mas a queda das ações da Microsoft resultou em queda no número. Atualmente, essa quantia é de US$ 42 bilhões. Para o Yahoo!, a proposta subvalorizava a companhia.

Impasse

No comunicado divulgado nesta segunda-feira, endereçado ao executivo-chefe da Microsoft, Steve Ballmer, o Yahoo! reafirma, no entanto, que não se opõe a uma transação caso este seja o interesse de seus acionistas.

A posição da empresa é de que qualquer proposta deve refletir o real valor do portal de internet, incluindo os benefícios estratégicos para a Microsoft em caso de uma possível fusão e garantias aos seus acionistas.

Segundo o Yahoo!, o planejamento financeiro para os próximos três anos ajuda a confirmar as afirmações da diretoria da empresa de que a Microsoft teria subvalorizado a companhia com a proposta feita no fim de janeiro.

O "Wall Street Journal" informou que executivos da Microsoft e do Yahoo! se reuniram novamente na semana passada para discutir uma proposta de fusão, mas não chegaram a um acordo

Os executivos da Microsoft não quiseram elevar a oferta, enquanto o Yahoo! continua se recusando a entrar em negociações formais, a menos que haja um aumento na proposta.

Nenhum comentário: