segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Kaká comemora título que faltava


 meia Kaká, autor de um gol e de dois passes decisivos na final do Mundial de Clubes, em que o Milan derrotou o Boca Juniors por 4-2, foi escolhido neste domingo melhor jogador do torneio, num grande ano para o ex-jogador do São Paulo.
Publicidade

(Fonte: AFP) - Kaká recebeu 21 milhões de ienes (128.000 euros) de uma empresa de automóveis, um dos patrocinadores do torneio. "Ricky Kaká", como anunciou Adriano Galliani, vice do Milan, decidiu oferecer o prêmio à Fondazione Milan e a um de seus projetos, no Holy Family Hospital em Nazaré, Israel.

A "Fondazione Milan", criada pelo clube em fevereiro de 2003, busca realizar projetos de ajuda em lugares desfavorecidos.

Seu companheiro holandês do Milan, Clarence Seedorf, ficou com a Bola de Prata do Mundial de Clubes e a de bronze, com o terceiro melhor do torneio, foi para o argentino Rodrigo Palacio, do Boca Juniors.

Kaká marcou o terceiro gol da equipe italiana na partida final, em uma grande jogada pessoal, aos 61 minutos, além de ajudar nos dois gols de Filippo Inzaghi (21 e 71).

Foi Kaká quem também deu o passe decisivo para Clarence Seedorf na vitória nas semifinais ante o Urawa japonês (1-0).

"O Boca é uma grande equipe e o primeiro tempo foi muito equilibrado. Felizmente para nós, usamos de todo nosso potencial no segundo tempo. Estamos muito contentes por oferecer aos nossos torcedores uma grande atuação e o troféu", declarou o craque.

O brasileiro, que foi escolhido como o melhor jogado do Mundial de Clubes, também expressou toda sua alegria por conseguir um dos poucos títulos importantes que faltava em sua carreira.

"Estou muito satisfeito. Estava faltando esse título. Quero agradecer a Deus por ter ganhado um título muito difícil de conseguir".

Kaká tem em sua carreira todos os títulos possíveis depois de vencer o Mundial em 2002 e a Copa das Confederações de 2005 com o Brasil, além da Liga italiana de 2004, a Liga de Campeões e o Mundial de Clubes, ambos em 2007.

Ele também levou neste ano a Bola de Ouro da revista France Football como o melhor jogador do mundo e é grande favorito para levar o prêmio da Fifa de jogador do ano, que será anunciado nesta segunda-feira, em Zurique.
  

                  Luis Martins
                 Conferencista
          jornalgenesis@gmail.com
       www.jornalgenesis.blogspot.com

Nenhum comentário: