segunda-feira, 9 de julho de 2007

Cristo Redentor é uma das novas Sete Maravilhas

Estátua construída nos anos 1920 e 1930 foi a terceira a ser anunciada em Lisboa. Outros vencedores incluem a Grande Muralha da China e Machu Picchu.
Publicidade

O Cristo Redentor acaba de ganhar seu posto entre as novas Sete Maravilhas do Mundo, anunciadas em Lisboa durante cerimônia oficial no estádio da Luz. O símbolo do Rio de Janeiro, que acolhe a chegada de turistas do mundo todo à Cidade Maravilhosa, assume seu lugar na nova lista de Maravilhas do Mundo ao lado de seis outras obras: a Grande Muralha da China; a cidade helenística de Petra, na Jordânia; a cidade inca de Machu Picchu, no Peru; a pirâmide de Chichen Itzá, no México; o Coliseu, antiga arena de combates em Roma; e o túmulo do Taj Mahal, na Índia.A cerimônia em Lisboa contou com a participação do ex-astronauta Neil Armstrong, primeiro homem a pisar na Lua, o ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, a atriz e cantora Jennifer López e o primeiro-ministro português José Socrates, presidente em exercício da União Européia (UE).A apresentação do evento foi feita pelo ator britânico Ben Kingsley e pela atriz americana Hillary Swank. A superprodução deve ser retransmitida em mais de 170 países, com uma audiência estimada em 1,6 bilhão de espectadores.A primeira parte foi dedicada à proclamação das sete maravilhas de Portugal, que não tem nenhum lugar na competição mundial.A cerimônia não tem apoio unânime e a Unesco, órgão da ONU que se dedica ao patrimônio cultural mundial, decidiu não participar do evento.Cheio de históriaEmbora o monumento tenha sido inaugurado em 12 de outubro de 1931, a construção do Cristo recua conceitualmente pelo menos até a metade do século 19, quando a Igreja Católica já planejava a construção de algo da mesma magnitude no Rio.Finalmente, em 1922, quando o Brasil comemorou cem anos como nação independente, foi lançada a pedra fundamental da estátua. As obras começaram para valer, porém, em 1926. O projeto foi do engenheiro Heitor da Silva Costa. Quem desenhou a estátua foi o artista plástico Carlos Oswald, e seu escultor foi o francês de origem polonesa Paul Landowski.A estátua, feita de pedra-sabão, é considerada patrimônio histórico desde 1937. No ano passado, o Cristo também foi declarado um santuário religioso. Fonte: G1
jornalgenesis@gmail.com

Nenhum comentário: