terça-feira, 17 de julho de 2007

Brasil: Emprego na indústria de SP cresce 4,39% no 1º semestre, diz Ciesp


O nível de emprego da indústria de transformação do Estado de São Paulo cresceu 4,39% no primeiro semestre deste ano, com a criação de 92.843 vagas no setor. De maio para junho, o crescimento foi de 0,22%, o que corresponde a 4.680 postos de trabalho. Trata-se da sexta alta mensal consecutiva, segundo dados disponibilizados pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).
O primeiro semestre de 2007 gerou quase três vezes mais vagas que o mesmo período do ano passado, quando foram criadas 37.923 vagas. De acordo com o Ciesp, trata-se do melhor junho desde 2004 e o melhor semestre desde 2003.
No ano, o avanço do emprego foi impulsionado pelo interior do Estado, mas no mês passado a maior alta foi na Grande São Paulo, que cresceu 0,44% e o interior subiu 0,12%. No entanto, no semestre o interior cresceu 7,36% enquanto a Grande São paulo cresceu 0,31%.
No mês passado, dos 21 setores pesquisados pelo Ciesp, 12 deles (que representam 60,69% dos pesquisados) tiveram desempenho positivo e nove mais demitiram do que contrataram. Os que mais cresceram foram material de transporte (alta de 1,17%) e máquinas e equipamentos (alta de 1,52%).
Na outra ponta, as quedas mais expressivas foram em confecção de artigos do vestuário (baixa de 1,44%) e produtos de minerais não-metálicos (-1,10%) e calçados (-1,54%).
Por região, o nível de emprego registrou em junho alta de 6,72% em Matão, e de 1,68% em São José dos Campos. As maiores quedas foram registradas em Araçatuba, com baixa de 2,5%, e Botucatu, com queda 2,04%.


Nenhum comentário: